Buscar

TGI- Parque Linear das Cerejeiras e Conjunto Habitacional Emerson Pugno (2018)

Atualizado: 7 de Mar de 2019

RESUMO:

O trabalho apresentado no final de 2018, teve como objetivo criar um parque com estruturas que pudessem receber os eventos e festividades que acontecem na cidade. O parque conta com uma ciclovia, bicicletários, e uma pista de caminhada, e também equipamentos públicos como áreas de comercio desmontáveis, banheiros e bebedouros, um cachorrodromo, a revitalização do palco da cerejeira, uma pista de skate, cinema ao ar livre na Paineira, uma marquise cultural para exposições, um deck cultural para as apresentações do Palco Livre. Toda a integração do parque com minha Habitação Social, foi pensada de uma forma que o projeto se conversasse em um todo.

A implementação de programas habitacionais nas áreas centrais contribui para democratizar o acesso à cidade, otimizando o uso de infraestrutura e serviços públicos já instalados. Os processos de ocupação e crescimento urbano geram em diversos municípios o esvaziamento e a decadência das áreas centrais, caracterizados principalmente pela diminuição do número de moradores, existência de muitos imóveis vazios e subutilizados, degradação do patrimônio histórico, precariedade habitacional em cortiços, concentração de atividades informais, mudança no perfil socioeconômico dos moradores, dos usuários e das atividades locais, além de transferência de setores públicos e privados para outras localidades.



A implementação de programas habitacionais nas áreas centrais contribui para democratizar o acesso à cidade, otimizando o uso de infraestrutura e serviços públicos já instalados.

Os processos de ocupação e crescimento urbano geram em diversos municípios o esvaziamento e a decadência das áreas centrais, caracterizados principalmente pela diminuição do número de moradores, existência de muitos imóveis vazios e subutilizados, degradação do patrimônio histórico, precariedade habitacional em cortiços, concentração de atividades informais, mudança no perfil socioeconômico dos moradores, dos usuários e das atividades locais, além de transferência de setores públicos e privados para outras localidades.


Os principais resultados da implementação de um programa habitacional nas áreas centrais são:

- Ampliação do acesso da população à cidade, ou seja, a garantia de que uma parcela cada vez maior da população poderá usufruir as áreas melhores equipadas e estruturadas;

- Promoção da gestão democrática da cidade por meio da participação da população na formulação e implementação da política urbana;Fortalecimento dos vínculos da população com os bairros onde moram;

- Otimização do uso da infraestrutura urbana já disponível;

- Ampliação da oferta de moradia com a redução dos investimentos públicos;Melhoria das áreas centrais, contribuindo para reverter os processos de esvaziamento e decadência;

- Impulso ao desenvolvimento tecnológico e a formação profissional para a reforma e adequação de edifícios para novos usos.


Essa proposta se apresenta como uma alternativa para combater a segregação territorial e social tão comum em nossas cidades e que condena a moradia da população de baixa renda apenas às áreas periféricas, distantes e sem infraestrutura ou equipamentos públicos.




IREMOS AMAR TE ATENDER!

Copyright © 2019 Estudio Arquitete. Por Cerbero Comunicação & Design.